Sexta-feira, 15 de Abril de 2005

[In]quietude

Na [in]quietude da hora,


Na intimidade de um fôlego,


Na virtude de um bocejo,


Existe um palpitar inquieto


Um sentimento imperfeito, irrefreável, inerte…


 


Na ânsia da acalmia,


Um esmagar irrefutável da dor.


É lástima, pesadelo e sabor.


É saudade que tenho de mim.


 


Virgínia Pedras

publicado por semipoetisa às 15:45
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De madness a 18 de Abril de 2005 às 00:43
Lindo simplesmente...
De lique a 17 de Abril de 2005 às 16:05
E quantas vezes surgem essas horas de inquietude! Cheias desse "sentimento imperfeito". Belo, o que escreveste. Beijinhos
De Poeta Amigo a 17 de Abril de 2005 às 13:04
;)
De missantipatia a 16 de Abril de 2005 às 21:25
Lindo!! Acho q cada vez estás melhor. A tua escrita supreende-me cada vez q te visito! A inquietude do estado de querer e n querer á algo que nos transforma... Um abraço!
De Jos a 15 de Abril de 2005 às 17:27
Tb gostei muito.volta sempre...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tua

. Que o orvalho da noite

. Poema

. Nós

. Fantasia

. Inveja

. Saudade

. Pormenor

. Saudade

. Encantamento

.arquivos

. Julho 2008

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds