Quarta-feira, 18 de Maio de 2005

Bebi de Tua Alma

Bebi de tua alma


E sinto na boca


Toda a polpa


Do sentimento que te alimenta.


 


Bebi de tua alma


E senti-me em cada grumo


Da seiva que te roubei.


 


Bebi de tua alma,


E agora sei,


Sou fruta rude


Que espremeste.


 


Bebi de tua alma


E sonhei como sonhaste


Quando me bebeste.


 


Virgínia Pedras

publicado por semipoetisa às 15:35
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De missantipatia a 22 de Maio de 2005 às 15:18
Tenho andado meia desaparecida pq o tempo n dá pra nada... E se há algo q me falta nesta altura... é tempo!! =) Mas nao me esqueço de voces! Nunca! Lindo poema... como tantos outros q escreves! Um beijinho mt grande
De Joo a 22 de Maio de 2005 às 13:00
;)***
De Duarte Silva a 21 de Maio de 2005 às 14:49
Cara Virgínia,
Visitaste-me no meu blogue e então vim retribuir a cortesia. Confesso que estou deveras impressionado! O teu espaço está muito conseguido, quer a nível de apresentação, quer a nível de conteúdo.
Voltarei.
Bjs
De amadorjp a 20 de Maio de 2005 às 17:53
A ausencia das palavras leva-me a procurar o aconchegos de quem as tem tão belas, na busca da inspiração que me leve á escrita mais profunda. Beijos e abraços: João A. (Desculpa a ausencia de comentários)
De ferrus a 19 de Maio de 2005 às 13:14
"...sou fruta rude que espremeste...", é uma expresão muito forte. Dorida, atrevo-me a dizer...como se alguém fosse usado e depois partido...quero estar enganado!
De de[mente] a 18 de Maio de 2005 às 23:22
{ ... naufrago em ilhas nunca antes visitadas [e gostando] © de[mente] ... }{ visita-me ... deixa teu rasto de luz ... }
De Rata Zinger a 18 de Maio de 2005 às 20:09
Bonito o poema.
De Tiago a 18 de Maio de 2005 às 16:39
Olá prontos pá e pa dizer ke tens muito jeito e prontos pá a vida continua lololol ai ai bubu
De Joaninha a 18 de Maio de 2005 às 16:29
«Bebi da tua poesia, e saciei a minha sede!» poema bem bonito e sentimental, gostei muito deste canto. beijinhos
De vasco a 18 de Maio de 2005 às 16:07
Amor platónico? Bonito poema.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tua

. Que o orvalho da noite

. Poema

. Nós

. Fantasia

. Inveja

. Saudade

. Pormenor

. Saudade

. Encantamento

.arquivos

. Julho 2008

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds