Terça-feira, 18 de Outubro de 2005

Saudade

Pintei uma melodia em aguarelas


Soprei-a ao vento


E pedi-lhe que a chovesse perto de ti.


 


Foi o meu coração


Cantou as cores do sentimento,


Este artista vagabundo


Do pincel fez instrumento.


 


A chuva não caiu


E a musica não se ouviu


Na pintura, uma pauta.


No coração, a tua falta.


 


Virgínia Pedras

publicado por semipoetisa às 14:54
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De PN a 25 de Outubro de 2005 às 01:12
Simples e bonito.
De claudia a 24 de Outubro de 2005 às 17:39
:-) Muito bonito o poema.
De Hitchhiker a 23 de Outubro de 2005 às 19:13
As tuas rimas simples e puras são boas para quem lê. É muito agradável ler-te.
De Poeta Amigo a 22 de Outubro de 2005 às 12:08
Um poema cheio de encanto e arte. :) Bom fim de semana.
De jj a 19 de Outubro de 2005 às 23:54
Sabe...vou lendo por aí comentários belíssimos e fico inibida de comentar...não tenho o dom da palavra...sou mais de sentir...Quero que saiba que gosto realmente do que escreve...acho a sua escrita simplesmente sublime...
fica um sorriso...e tudo de bom.
De Maria do Cu Costa a 18 de Outubro de 2005 às 18:35
"Pintei uma melodia em aguarelas
Soprei-a ao vento
E pedi-lhe que a chovesse perto de ti..."
Eis a saudade aqui. Bonito este trabalho.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tua

. Que o orvalho da noite

. Poema

. Nós

. Fantasia

. Inveja

. Saudade

. Pormenor

. Saudade

. Encantamento

.arquivos

. Julho 2008

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds